Vou Processar Minha Vizinha

Você deve estar se perguntando o crime que essa mulher cometeu para que eu tome essa atitude, não é? Hehehe. Na verdade não vou processá-la, mas descobri que posso. Lendo uma revista descobri que posso enquadrá-la nos crimes de calúnia (“você bateu no meu filho”), difamação (“ele está matando aula”) e injúria (“seu gordo”), o que somando as três penas renderiam a ela até 3 anos e meio de prisão e multa para a fofoqueira.
Na verdade muitas pessoas que conheço poderiam também ser condenadas por ameaça (“vou te dar uma surra”), escárnio (“seu crente safado”), apologia de crime (“vamos dar uma surra nele”), pornografia infantil (“olha a foto do bebê peladinho”).
São de certa forma cômicas situações cotidianas que podem ser consideradas crime num país tão injusto como o nosso. É interessante conhecermos um pouco mais sobre as leis do nosso país para podermos cobrá-las. É claro que as que eu citei aqui devem ser usadas de uma forma séria, e não como forma de vingança ou raiva, senão processaria até minha mãe por mostrar minha foto sem roupa de quando eu era bebê. Se virasse moda toda mãe seria condenada não é mesmo?
Detalhe: As informações citadas acima são de um leigo e não devem ser levadas em consideração. Consulte um especialista. E não citarei o nome da vizinha bandida, pois eu poderia pegar até 6 meses de detenção por infringir o artigo 147 do código penal.

9 comentários:

  1. KKKK

    Se for levar ao pé da letra teria muita gente mais muita gente mesmo presa ou lompado chão por ai como formar de pena ..

    Passa no blog .. acho que vc vai adorar .. rsrs tem tudo haver!!

    http://www.analucianicolau.adv.br/

    ResponderExcluir
  2. Pois é, tem muita coisa que a gente não sabe... Descobri esses dias que posso processar qualquer um alegando danos morais. Isso é ótimo xD

    []'s

    Musikaholic

    ResponderExcluir
  3. Oi Nério, o comentário anterior é da minha secretária Rosangela.
    Gostei muito do seu blog e da postagem aqui comentada.
    Na verdade, há situações que podem sim levar à um processonas varas criminais (não atuo na área criminal- atuo nas áreas "cível, família e das sucessões),mas acredito que independente do processo penal, as situações que envolvem atos criminosos, como de injuria, calunia e difamação, às vezes, também, são acompanhadas da possibilidade de ajuizamento de ação de indenização por danos morais (na varas cíveis)
    Quanto ao seu comentário no meu blog, quero que saiba que gostei muito do seu blog e sempre virei fazer uma visitinha e comentário, tchau!
    Ana Lucia Nicolau
    www.analucianicolau.adv.br

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkk
    Cara legal....acho que vo processar o meu vixinho também kkkkkk

    http://aquigeral.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. E aí Nério, blza!

    Gostei da sua sincerdade e da criatividade de mostrar a fragilidade da nossa legislação. Mas há um filtro nos fóruns para que esses assuntos "pequenos" não tomem espaço de assuntos mais sérios - eu só não me lembro o nome...heheheh...existe uma espécia de acordo entre as partes, lembrando que, qdo o caso realmente é "pequeno".

    Obrigado por comentar lá no Café com Notícias.

    Abraço,

    =]
    __________________________
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Vai ter muita gente agora querendo processar seu vizinho ashuhushsushu

    ResponderExcluir
  7. pode processar sim,
    por calúnia, mas tem pessoas q pensam
    que calúnia é a mesma coisa que difamação, uma é DIFERENTE da outra.
    gostei do bloga

    ResponderExcluir
  8. Olá, é bem importante esse assunto, porque muitas vezes, desconhecemos nossos próprios direitos e leis do país, que em muitas situações poderiam nos beneficiar quando estamos injustiçados.
    Claro que no caso da vizinha é uma brincadeira , mas que dá vontade de processar aquela vizinha fofqueira dá! Pelo menos sabendo disso podemos ameaçar!rs
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. posso processar os vizinhos q ficam falando que eu não sou virgem???

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.