A Verdadeira Felicidade

Finalmente consegui instalar o novo template, ainda não está do jeito que queria mas com certeza a ficar. Para a estréia do template Sueme Priscilla preparou uma reflexão sobre a verdadeira felicidade:


Meu coração reclama a toda hora: Felicidade, Paz, Alegria, Tranqüilidade. Somente um ser superior a nós, superior a todos os bens, superior a todas as alegrias, a todas felicidades e glórias da terra pode nos dar a verdadeira felicidade, a verdadeira alegria.

A felicidade não nasce e não se compra no mundo exterior, em viagens, corridas; não se vende, não se negocia. A felicidade vem do alto, vem de Deus. Algumas pessoas dizem: “Eu tenho tudo, tenho dinheiro, não me falta casa, nem saúde mas tem um vazio dentro de mim”. Sei que estas pessoas não sabem que a felicidade não está apenas no “ter”, mas está no “ser”. Elas “têm” coisas, objetos, materialmente estão realizadas, mas espiritualmente estão pobres, miseráveis.

Como pode um homem ser feliz com uma alma e um coração subdesenvolvido?

Como pode um homem ser feliz com o coração vazio, com angústia, problemas morais e religiosos?

A maior sede dos homens não é de água. É de Deus, e somente Deus pode ser a nossa perfeita felicidade. A felicidade do corpo, da terra são apenas aperitivos, ou seja, são coisas que Deus preparou para nós. Não podemos depositar toda a nossa credibilidade, toda a confiança, não podemos entregar nosso coração, nossa alma, nem as nossas esperanças à terra.

Somos como a multidão que corre, apressadamente, um tropeçando no outro, todos correndo atrás de um sonho: A felicidade de ter dinheiro. Ferimo-nos, pisamo-nos; tudo para ter mais, possuir mais. No fim, depois de muitas corridas, ilusões, cansaços e suores, acabamos por afirmar: “Afinal de contas, para que tanta correria, tantos tropeços, tanta ganância?”. A felicidade torna-se algo inatingível. Onde está a felicidade que o coração tanto procura? Corremos atrás da alegria, do bem-estar e da felicidade dia e noite. De dia até passamos fome para encontrá-la. de noite sonhamos com ela. Eis o engano: Queremos colocar a felicidade onde não se encontra. A multidão correndo atrás de dinheiro não sabe que a felicidade está em dar-se às mãos, em se amar, em se ajudar.

A felicidade não se encontra na ganância e na avareza, mas no amor fraterno e na justiça. Nem sempre os magnatas do petróleo, as modelos mais belas, são felizes. Pois a felicidade não consiste em “ter” mas sim em “ser”. Ser mais justo, mais fiel, mais amável e autêntico.

Não faça da vida uma corrida pelo dinheiro e pelo “ter”, mas sim no “ser”, aproveitando a vida para semear o bem e adquirir riquezas eternas. É isso que vale a pena!

Um comentário:

  1. É verdade, as vezes pensamos tanto nas coisas materiais que nem nos damos conta que o que importa mesmo é a presença de DEUS nas nossas vidas, pois dELE vem toda felicidade das quais necessitamos.

    Sobre o blog;Ficou D+ esse templante.

    Abraço Nério.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.