Quando as Palavras Fluem

Voltando à série "Amigos no Blog" hoje quem vai enriquecer este espaço é Mariana Felipe uma jovem jornalista e blogueira com muito talento que está se destacando com textos excelentes em seu blog Bregas e Piegas. Ainda não entendi o porquê do nome mas não me canso de elogiar o conteúdo.

Vamos ao texto:

Tenho pensado em te escrever há tempos. Mas as palavras calaram-se , como se já não existissem. Na verdade, elas existem, mas se impregnam em mim, como se eu as quisesse e eu não as quero. Pensei em gritá-las, mas como se mal consigo falar baixo ? E não convém falar baixo, pois a falta ganharia uma certa ternura e ternura é coisa boa. Não que a saudade não seja, não sei mais...
Já não escuto mais o programa das seis, pois a moça do outro lado parece estar tão feliz em falar, e ri...e ri.
Os meus pés se trocam e se confundem entre direita e esquerda. Esquerda e direita.
E o meu coração ? Ele pensa em saltar do peito, o lugar que sempre o abrigou, mas agora parece muito pequeno. As vezes penso que ele se derrete e sai pelos poros...tenho suado.
Também tenho tomado chá. Sozinha, agora. Passa um pouco e me pego falando com a xícara . Imagino que deva estar rindo imaginando o diálogo. Ri aqui também.
É, depois de um tempo as palavras resolveram por fim, fluir. Então, que as letras e o papel falem por mim.
Ah, e quando ler, Se ler , me retorne. Ou simplesmente, retorne. Pois, pelo o que sei , as suas palavras estão saindo com facilidade, mas ninguém soube me falar se os seus pés também estão se trocando.



Um comentário:

  1. Ahh Nério, obrigada. Isso tudo que você disse é exagero seu , né ? E parabéns pelo blog , está lindo !

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.