Documentário Proibido sobre a Rede Globo


Segundo Dias Gomes, autor já falecido, a TV no Brasil é “um reflexo do próprio povo, do que o povo pensa e quer.” O documentário em questão apresenta uma visão de como a Rede Globo influencia o Brasil com suas manipulações de notícias e imagens e seu favoritismo político através de seus meios de comunicação de massa.

Roberto Marinho - Fundador da Rede Globo
Roberto Marinho é comparado com o Cidadão Kane, um personagem fictício do filme homônimo de Orson Welles. Inspirado na vida de um magnata do jornalismo norte americano, Kane manipulava informações e exercia seu poder transitando entre política e imprensa.
Muito Além do Cidadão Kane (Beyond Citizen Kane) é um documentário televisivo britânico de Simon Hartog exibido em 1993 pelo Channel 4, emissora pública do Reino Unido. O documentário mostra as relações entre a mídia e o poder do Brasil, focando na análise da figura de Roberto Marinho. Atualmente a Rede Record tem os direitos de transmissão do documentário, mas não o faz, provavelmente pelo receio de que a Globo entre na justiça pelo direito da imagens retiradas de sua programação.
O documentário mostra como estava a situação econômica do país em 1993, onde 50% do território do país pertencia a 1% da população. Também destaca como a Globo influencia a cultura do país, a propaganda e até mesmo a política.

“O Brasil é um pais de 3º mundo com exigências publicitárias totais de 1º mundo, muitas vezes nossa publicidade chega a ser a melhor” - Washington Olivetto

Sobre o regime militar apoiado pela emissora que silenciou todas as crueldades realizadas por esse regime o documentário termina com a seguinte questão:

 “Será que a Globo e Roberto Marinho podem realmente se libertar dessa herança ou será que o Brasil devia libertar-se da dominação da Globo?” 

Sem dúvida é uma grande fonte de dados que ajuda a sociedade a entender o jogo de interesses brasileiro no final do século 20 e ainda nos ajuda a entender como funciona o jogo de interesses da mídia brasileira.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.